A História do AVAGroup Aviação Virtual remonta o ano 2006 quando a 1 de Dezembro foi aberta a todos os entusiastas da simulação aérea, especialmente em Angola. A ideia da juncão de duas VAs em um só grupo partia do princípio da necessidade que se tinha de dar a conhecer ao mundo, principalmente da aviação virtual, a existência de companhias aéreas em Angola, além de que tornaria para os nossos membros mais opções em termos de frotas e operações.

Os primeiros anos não foram fáceis para o AVAGroup devido aos poucos recursos que o staff tinha, mas ainda assim diante de algumas dificuldades o muito pouco que se podia fazer, conseguíamos complementar. Em 2009 o AVAGroup começou a crescer de forma rápida não só a nível da aviação virtual, mas socialmente, onde cada vez mais os membros construíam laços de amizades mais profundas. A atenção especial do staff as necessidades dos membros, os encontros para troca de ideias, opiniões, palestras e etc, fez com que o grupo tivesse um boom social bastante grande e saudável onde hoje a vivemos intensamente e partilha-se muitas experiências. Sete dos nossos membros antes pilotos virtuais hoje já se tornaram pilotos reais e partilham com o grupo todo seu conhecimento em termos de aviação que a cada dia incorporamos para o nosso grupo e que torna as nossas VAs mais profissionais e credíveis.

Virtualmente as nossas VAs possuem os maiores registos em termos operacionais em Angola, sendo para breve as suas certificações em redes de voo virtual como a IVAO. Somos uma família que viemos crescendo paulatinamente nos últimos anos. O AVAGroup faz questão de reconhecer o trabalho e dedicação dos pilotos que fazem parte do seus quadros. 

Socialmente temos como evento de maior impacto o AVAGroup Eagle Awards aonde nos últimos anos destacamos o trabalho e a dedicação dos nossos membros. Alguns nomes que marcam a História do AVAGroup Virtual são os dos membros Ihosvany Tavares, Nuno Sousa, Leandro Pompílio, Pedro Matondo, Licínio Almeida, Tito Olívio, Eduardo Merlath, Beto Cubano, Aguinaldo Mota, Herve Maimona, Dinis de Moura, António Nunes, Elvis Manzambi, Mauro Divaldo, Ivandro Andrade, Walter Tavares, William Guerreiro, Bruno de Freitas, Will Miller e entre outros que sempre deram a sua alma ao bem estar do grupo.